Destaques Direção Grêmio

Diretor de futebol do Grêmio não perdoa árbitro Jonathan Pinheiro

Alberto Guerra afirma que juiz “errou feio” no jogo deste domingo, em Pelotas
Compartilhe
  • 4
    Shares

O árbitro Jonathan Pinheiro foi alvo de muitas críticas de torcedores e até dirigentes do Grêmio depois do empate do time reserva tricolor com o Brasil, em Pelotas.

O centro das reclamações foi a expulsão de Juninho Capixaba, que já tinha amarelo e pulou, em jogada no meio de campo, para não ser atingido por um carrinho. Para o árbitro, o lateral gremista simulou agressão: segundo amarelo e rua. Muitos comentaristas acreditam que foi exagero, pois o pulo seria inevitável naquele momento.

Valter Kannemann também reclamou do juiz, alegando ter sofrido pênalti claro no começo da partida: “eu quero arrancar e e ele me segura com os dois braços“. Alberto Guerra também comenta este lance e vai além ao falar sobre a arbitragem:

Deu para ver que estava nervoso. No geral ele foi bem, mas no lances capitais, acho que errou feio. Foi o pênalti. No lance da confusão, ele também tentou administrar. Quem merecia o amarelo era o Leandro Leite e o Jean Pyerre. Isso significaria a expulsão do Leandro Leite. Ele deu cartão para outros dois. Na expulsão do Juninho achei um exagero. Ele tentou sair do carrinho. Se pega, seria uma falta muito violenta – (Alberto Guerra).

tirolivre.net

Reprodução

Compartilhe
  • 4
    Shares

Você vai gostar disso